Building Information Modeling

A utilização da metodologia BIM (sigla em inglês para Building Information Modeling, ou Modelagem de Informação de Construção) é cada vez mais presente no setor da construção civil, principalmente por sua capacidade de solucionar problemas como a gestão de projetos e a compatibilização entre eles.

Pioneira no uso do BIM no Brasil (com o projeto da BR 116), a Sondotécnica consegue criar, através de softwares baseados no BIM, um modelo 3D detalhado da obra, muito mais minucioso e próximo do resultado final do que os protótipos 2D ou mesmo modelos que só possuem meros dados visuais em 3D.

A tecnologia BIM baseia-se em 3 principais pilares:

  1. Modelagem multi-informacional: inclusão de todos os tipos e formatos de informações possíveis para deixar o projeto o mais completo quanto puder.
  2. Interoperabilidade: é o que permite que softwares de diferentes fabricantes possam “conversar” entre si usando uma linguagem comum e aberta.
  3. Cadeia Produtiva: cada elemento da cadeia repercutirá no elemento seguinte. Afinal, a modelagem foca em todo o processo, não apenas em algumas partes dele.

O BIM é um modelo com diversas camadas de informação, organizadas de forma sistemática, de modo que possam ser acessadas no tempo certo e da forma correta, desde a concepção até o retrofit ou demolição.

A aplicação do BIM pode se iniciar no projeto e no planejamento da obra. A modelagem do projeto no início das atividades melhora a precisão da documentação. Com o modelo criado, melhora a comunicação da equipe de projeto, permite decisões mais rápidas.e aumenta a eficácia do projeto.

No planejamento, identifica a sequência de programação ou possíveis problemas de cada fase. Permite visualizar a sequência de trabalho de construção, os equipamentos e o progresso em relação à logística e cronogramas estabelecidos.

Durante a construção, o BIM permite identificar estradas de acesso e saída, rotas de entrada e saída de materiais e máquinas do local. É possível observar o trabalho em tempo real, fluxo de recursos mais rápido e melhor gerenciamento do canteiro.

Após a obra, ele auxilia na manutenção da construção e de suas instalações (facilities), as mantendo de forma proativa e permitindo a manutenção programada com fornecimento do histórico de manutenção e identificação dos pontos mais vulneráveis.

Por isso o BIM é muito mais amplo que visualização 3D ou um software, ele é um novo conceito para construção civil, que agrega empoderamento ao projeto e facilita todo o fluxo de execução e gestão da obra.

Vantagens

O BIM é uma construção virtual da obra, feita de forma integrada e colaborativa com as informações pertinentes a construção, durante todo seu ciclo de vida.

Assim todos os processos de uma obra ocorrem de maneira integrada, possibilitando a resolução de problemas de maneira ágil, otimizando o tempo de trabalho e acarretando em uma maior assertividade nas etapas.

No BIM, você pode incluir dados no projeto como materiais, custos, fabricantes e outras propriedades que serão úteis para o processo de construção.

Ao invés de ter que lidar com gigantes planilhas manuais, a utilização do conceito BIM permite que as informações sejam extraídas de modo simples e possam ser atualizadas sem grandes dificuldades. Tendo em mãos uma informação mais precisa dos quantitativos torna o processo de construção menos suscetível à desperdício de materiais.

Assim, os profissionais envolvidos na obra (engenheiros, arquitetos, orçamentistas, entre outros) podem acessar e editar as informações simultaneamente, economizando tempo e evitando problemas de comunicação que acarretam em erros, desperdício e atraso nas obras.

Entre as principais vantagens do BIM estão:

– Projeto totalmente integrado;
– Documentação com melhor qualidade, mais consistente e mais precisa;
– Projeto consolidado no modelo, os documentos do projeto (desenho) representam o modelo;
– Menos retrabalho na obra com a integração e compatibilização das disciplinas;
– Simulação de fases da construção do empreendimento.

Valores Agregados

Existem diversos benefícios ao adotar o conceito BIM em projetos, mas a comunicação ou a troca de informação entre todos os agentes envolvidos com a construção certamente é o principal ganho.

Com mais informações e detalhes pormenorizados desde o início, é possível fazer um planejamento completo e mais próximo da realidade, prevendo inclusive como será o desempenho termoacústico e estrutural da edificação.

Através da programação gráfica, é possível ter a visualização de como estará a edificação em determinado tempo.

Além disso, monitorar a qualidade da construção em suas diversas etapas se torna mais eficiente, já que é possível verificar em tempo real as informações contidas nos projetos.
O armazenamento em nuvem permite que a visualização, edição e integração de todos os dados da obra sejam muito mais eficientes, já que podem ser acessados de qualquer lugar e por todos os profissionais envolvidos.

Entre os valores agregados no BIM estão:

– Maior qualidade no projeto;
– Maior precisão nas estimativas de custo;
– Melhor planejamento da obra;
– Economia ao longo do ciclo de vida do empreendimento;
– Melhor visualização do projeto (Modelo 3D);
– Contém muito mais informação no modelo do que no conjunto de desenhos 2D.

Terminologia

A terminologia do BIM usa como principal referência o seu nível de desenvolvimento, conforme pode ser vista a seguir:

2D – Representação ou Documentação

Consiste nos estudos preliminares e de viabilidade

– Plantas
– Cortes
– Fachadas
– Detalhes

3D – Modelo paramétrico

Representação tridimensional (3D) dos elementos modelados no ciclo de vida do BIM.

– Modelo tridimensional
– Análises de Sistema MEP e Estrutural
– Análise de interferências
– Visualização
– Quantidade preciosos

4D – Tempo e planejamento de execução da obra

O BIM 4D vincula de maneira inteligente entre componentes do BIM 3D relacionados ao Cronograma (“tempo” da obra).

– Sequência construtiva
– Simulação das fases construtivas
– Validação virtual

5D – Orçamento

O BIM 5D vincula os componentes do BIM 3D relacionado ao Custo (“orçamentação”).

– Estimativa de custos
– Simulação virtual financeira
– Modelos de fabricação

6D – Sustentabilidade

O BIM 6D associa os componentes do BIM 3D a Eficiência Energética (“sustentabilidade”) do modelo para obra.

– Sustentabilidade
– Análises de energia
– Certificação LEED

7D – Manutenção e Operação

O BIM 7D é a associação de componentes BIM com foco no Gerenciamento e Manutenção da obra.

– Gerenciamento pós-construção
– BIM as Built
– Planos de manutenção

LOD – Level of Development

LOD (Level of Development) é o nível de desenvolvimento do modelo

É uma classificação criada pela AIA (Instituto Americano de Arquitetura) para organizar as etapas do desenvolvimento de um projeto e suas fases em BIM.

Quanto mais avançado o LOD, maior o número de informações envolvidas no modelo da obra.

O LOD procura responder algumas perguntas, como:

– Quais dados podem ser transmitidos para outras etapas e quais deles devem ser substituídos?
– O que é preciso para a colaboração da construção e o que é preciso para o gerenciamento de instalações?
– Quais são os critérios para conteúdo geométrico e informações do modelo para cada disciplina em cada nível?

De acordo com a AIA, os níveis são divididos em:

Lod 100

Inclui modelo conceitual, definição de parâmetros com área, altura, volume e localização (projeto conceitual)

Lod 200

Inclui modelo com representação geral dos elementos, definindo aproximadamente o tamanho, quantidade e forma (projeto preliminar)

Lod 300

Inclui modelagem precisa e produção dos documentos de montagem e construção com quantidades precisas (projeto básico)

Lod 350

Os elementos são detalhados a nível de interface com os outros sistemas e elementos de construção (projeto pré-executivo)

Lod 400

Os elementos do projeto são modelados e detalhados para fins de fabricação de conjuntos (projeto executivo)

Lod 500

Os elementos são detalhados e documentados para fins de orientação e manutenção

SMS – Sondotécnica Management System

O Sondotécnica Management System é o mais moderno e completo sistema de gerenciamento de obras do Brasil.

Desenvolvido a partir de décadas de experiência e com base nas tendências do setor de engenharia no cenário internacional.

Quero conhecer mais

Sondotécnica Research Center

Para dar suporte a toda sua área de serviços, a Sondotécnica possui uma Unidade de Informação Tecnológica para apoio às pesquisas, estudos e desenvolvimento de projetos.

Através de uma segura e organizada base de dados, todas as informações podem ser consultadas por nossos profissionais através da rede da empresa ou via internet.

Quero conhecer mais

Equipe Especializada

O segredo da liderança da Sondotécnica está em uma equipe altamente especializada.

Contamos com profissionais que aliam formação acadêmica em instituições de prestígio (inclusive internacionais) com ampla experiência de mercado, já tendo atuado em obras de grandes dimensões no Brasil e também no exterior.

Quero conhecer mais