Sondot�cnica Engenharia

Sistema de Esgoto de São Miguel

Cliente: SABESP


Estudo de concepção, projeto básico e executivo, acompanhamento técnico e assessoria à fiscalização das obras do Sistema de Esgotamento Sanitário de São Miguel, em São Paulo, atendendo uma área de 340 km² e uma população de 1,8 milhões de habitantes na primeira etapa (1998) e 2,8 milhões de habitantes no final do projeto (2010). O projeto envolveu estudos e projetos hidráulicos, estruturais, elétricos, mecânicos, de arquitetura, urbanização, edificação e de instrumentação, de 8,5 km de interceptores com diâmetros entre 0,60 m e 2,3 m em concreto armado (parte por processo subterrâneo); emissário terrestre com 0,9 m de comprimento, 1 m de diâmetro em ferro dúctil; tanque em aço para controle de transientes hidráulicos com 75 m³ de volume; duas estações elevatórias com vazão de 2,44 m³/s e 1,35 m³/s; estação de tratamento convencional por lodos ativados, composta por estação elevatória final cilíndrica (6 m³/s), 2 grades finais mecanizadas (1,5 m³/s); 4 caixas de areia (1,5 m³/s); 2 estações elevatórias de lodos primários (0,07 m³/s); 4 tanques de aeração (1,5 m³/s); 1 casa de compressores (567 m²); 4 decantadores secundários (1,5 m³/s); 1 estação elevatória para recirculação de lodos (0,75 m³/s); 2 digestores primários mecanizados (17.000 m³); 1 digestor secundário (2.100 m³); 1 casa de desidratação mecânica de lodo; 1 estação elevatória de descarga de fundo; além de projetos de unidades auxiliares. (SABESP - 1990/98).